Carregando...
Marketing DigitalMERCADO DIGITAL

Como a pesquisa por voz impacta o planejamento de SEO

Como a pesquisa por voz impacta o planejamento de SEO

A pesquisa por voz é uma tendência que vem ganhando espaço. Saiba como planejar o SEO do seu e-commerce para ser encontrado pelos usuários nessas buscas!

Por mais que você não tenha um assistente inteligente, como o Google Home ou a Alexa, da Amazon, é provável que já tenha testado a funcionalidade da pesquisa por voz em seu smartphone. Essa é uma tendência que vem ganhando cada vez mais adeptos.

Uma pesquisa de 2018 do Google aponta que 27% da população conectada no mundo faz uso das buscas por voz em seus celulares. A praticidade dessa tecnologia costuma agradar aos usuários no momento de fazer pesquisas, inclusive aquelas relacionadas às compras que querem fazer online.

Por essa razão, se você tem ou quer criar uma loja virtual, precisa levar essa nova realidade em consideração na hora de planejar o SEO do seu e-commerce. Se você não sabe muito bem como fazer isso, não se preocupe! A seguir, veremos algumas dicas para que você possa atrair os entusiastas da pesquisa por voz para sua loja virtual.

A importância do SEO para seu e-commerce

O primeiro passo para vender pela internet é atrair visitantes para seu e-commerce. Você pode fazer isso por meio de anúncios nas redes sociais e no Google, mas também por meio das buscas orgânicas. Nessa última opção, seu site será apresentado como um resultado da pesquisa sem que você precise pagar por isso, desde que um trabalho de médio prazo seja realizado com esse fim.

Para tanto, você deve otimizar sua loja virtual, por meio do SEO, para que as páginas possam ser identificadas pelos robôs do Google como relevantes para cada pesquisa realizada pelos usuários. Dependendo da plataforma de e-commerce que você utilizar, alguns fatores já serão otimizados. Para outros aspectos, você precisará se planejar.

Um desses pontos importantes é o planejamento das palavras-chave utilizadas nos títulos, conteúdos e descrições de produtos. Existem ferramentas, como o Ubersuggest, o SEMRush e o Ahrefs, que podem te ajudar a escolher as mais buscadas e menos concorridas, além de trazer sugestões de termos relacionados ao que você precisa. E é exatamente esse momento que exige algumas particularidades no caso da pesquisa por voz realizada pelos usuários.

O que muda com a pesquisa por voz?

Ao planejar suas palavras-chave para que seu e-commerce possa ser encontrado quando um usuário faz uma pesquisa por voz, você deve tentar aproximar ao máximo os termos da oralidade. Isso porque um dado do Google de 2017 aponta que, naquele ano, quase 70% das buscas realizadas por seu assistente já eram feitas com linguagem coloquial, próxima da oralidade, diferentemente de quando os termos são digitados.

No momento de escolher as palavras-chave, isso significa que você deverá optar por termos contendo mais palavras e que formam perguntas completas. Por exemplo, ao invés de “camisa florida”, pesquise a viabilidade de utilizar uma long-tail, ou seja, uma palavra-chave contendo mais termos, como “onde comprar uma camisa florida feminina”.

Em geral, essas long-tails costumam ter menos concorrência do que termos mais genéricos. Isso significa que ficar bem colocado para uma pesquisa realizada com essas palavras-chave é relativamente mais fácil. Mesmo que o volume de buscas seja menor, vale mais a pena tentar ficar na primeira página de uma pesquisa para esse tipo de termo.

À medida que as buscas por voz forem se popularizando, entretanto, é possível que essas long-tail keywords se tornem mais concorridas. Nesse contexto, quem se planejar antes deve levar vantagem e começar antes a ranquear melhor nessas pesquisas.

Outro aspecto importante a ser destacado é em relação aos usuários que realizam a pesquisa por voz por meio de assistentes, e não de smartphones. Como esses dispositivos não contam com telas, apenas o primeiro resultado é apresentado a eles. Dessa forma, o SEO do seu site deve ser muito bem planejado para que seu e-commerce seja o primeiro colocado e, portanto, apresentado como o resultado falado pelo assistente.

Conclusão

Apesar de ainda ser apontada como uma tendência, a pesquisa por voz já tem ganhado espaço entre boa parte dos usuários. Portanto, planejar seu e-commerce para esse tipo de busca pode colocá-lo à frente da concorrência.

Todavia, um ponto importante a ser levado em consideração antes de planejar suas palavras-chave de modo a utilizar os termos mais próximos da oralidade é o perfil do seu consumidor. Se você já sabe que seu público não costuma aderir muito rapidamente às novas tecnologias, talvez não seja interessante para sua loja virtual utilizar essas keywords.

A única forma para saber se vale a pena se adaptar à pesquisa por voz é conhecer seus potenciais clientes a fundo. Por isso, se você ainda não fez isso, uma boa ideia é estabelecer quem são as personas do seu negócio. Muito além do público-alvo, você estipulará um cliente ideal semi-fictício, definindo todas as suas características, além de sonhos, aspirações, necessidades e medos. Dessa forma, você saberá se vale a pena considerar que seu público realizará buscas por voz para encontrar os produtos que você vende.

E então, está pronto para planejar o SEO do seu e-commerce para a pesquisa por voz?

Informações da autora

Victoria Salemi é a editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de comércio digital da América Latina, com mais de 30 mil lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!

E-mail: victoria.salemi@nuvemshop.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =