Carregando...
PLANEJAMENTO

Como tirar minha ideia do papel?

Como tirar minha ideia do papel?

Como tirar a minha ideia do papel e abrir meu próprio negócio? Conheça com a gente o “caminho das pedras”.

Já percebeu que os grandes negócios começaram, muitas vezes, de ideias aparentemente simples? Só que toda ideia, por mais genial que seja, precisa de um planejamento adequado para se tornar real. 

Sabemos que a primeira palavra que surge juntamente com a ideia de empreender é “medo”. Sair do regime CLT e encarar o desafio de abrir o próprio negócio pode parecer assustador. Ainda mais em um país como o nosso, onde burocracias e cargas tributárias são um gigante a ser derrubado diariamente. 

Porém, é preciso ter em mente que, mesmo frente às maiores oposições, é possível fazer dar certo, com empenho, perseverança, estratégia e qualificação. 

 

Quais são as suas motivações para abrir o próprio negócio? 

 

  • O que te move a querer empreender é uma pergunta que você precisa fazer a si mesmo antes de começar. Contar apenas com os conhecidos para estruturar seu negócio é uma maneira insegura de começar.
  • Se você imagina ser uma saída para não ter o compromisso de agenda que é comum a quem tem um vínculo empregatício, lembre-se que o seu “chefe” passa a ser o cliente, e é imprescindível atendê-lo com excelência.
  • Se você viu no empreendedorismo uma saída para a falta de oportunidades no regime CLT e para fugir da informalidade, esteja atento aos compromissos tributários, financeiros e de folha de pagamento. 

 

Empresa como propósito, e não um fim em si mesma 

 

O empreendedorismo não é apenas um projeto pessoal, mas também envolve o coletivo. Os empreendedores são um pilar muito importante para a economia e a sociedade, e suas responsabilidades afetam todos ao seu redor. Portanto, procure analisar o que torna seu novo trabalho tão importante, considerando conceitos de cidadania e ética. Dessa maneira, mesmo diante de situações desafiadoras, você terá mais motivos para seguir em frente.

 

Conheça o seu mercado 

 

Para entrar em um campo de guerra, é preciso conhecer muito bem o território e o seu inimigo. A pesquisa de mercado nada mais é do que uma identificação de onde você está pisando, e o que você enfrentará nessa jornada. 

 

Entenda o seu Público-alvo

 

Quem vai comprar seu produto ou serviço? O mercado é grande o suficiente? Além de identificar potenciais clientes, para que suas ideias decolem, também é importante investigar todos os que serão afetados pelo projeto.

 

Defina seus produtos e serviços

 

Com todo o levantamento de informações das etapas anteriores, é possível definir com mais precisão qual será a gama de produtos e serviços que você irá oferecer. É sempre bom lembrar que seu cliente não vai adquirir o que você oferece se não existir um conjunto de benefícios e utilidades que façam a diferença em sua vida. 

 

Trace seu plano de negócios 

 

A alta taxa de mortalidade de pequenas empresas no Brasil se deve, na maioria dos casos, pela falta de planejamento específico e assertividade em sua execução. Não basta ter a ideia genial, o produto perfeito e o atendimento encantador, se o caixa não “fechar”. É fundamental mapear todas as etapas de seus processos, os custos operacionais e o fluxo de caixa, as estratégias de divulgação e vendas, além dos compromissos tributários, legais e trabalhistas. 

Procure documentar e planilhar algumas informações relevantes, como:

  • A descrição completa do negócio;
  • O capital que será aplicado na abertura da empresa;
  • A descrição detalhada de seu cliente ideal, a sua persona;
  • O mix de produtos ou serviços;
  • Faturamento previsto e a projeção de tempo de retorno do capital investido.

Aproveite e baixe gratuitamente nosso Guia de Empreendedorismo, clicando AQUI. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =