Carregando...
Logística no e-commerce

Desafios da logística para e-commerce

Desafios da logística para e-commerce

Se tem algo que já sabe é o e-commerce é uma das principais formas de consumo da população. Porém, isso ocorre devido às diversas vantagens que esse formato de comércio oferece aos seus clientes, como por exemplo:

Comodidade: o consumidor compra sem sair de casa;

Flexibilidade: possibilidade de adquirir o mesmo produto disponível em lojas físicas, entretanto, com valor reduzido;

Facilidade: a mercadoria pode ser entregue no local que o consumidor necessitar.

Com a internet em expansão nos últimos anos, as pessoas tivessem um maior contato com o e-commerce, podendo desfrutar de toda essa modernidade. Nesse sentido, em 2015, mais de 39 milhões de pessoas fizeram ao menos uma compra em sites dos mais diversos. Enquanto em 2016 o número saltou para quase 48 milhões. Em 2017, houve um aumento de 12%. E os números não param de subir. Mas, como atender todas as demandas logísticas de entrega com esse crescimento expressivo dos últimos anos no e-commerce?

É o que vamos apresentar neste artigo. Saiba quais são os desafios de logística para e-commerce.

Desafios da logística para e-commerce

O comércio eletrônico é caracterizado pela rapidez e precisão no atendimento, incluindo a entrega dos pedidos.

Dessa forma, de acordo com uma pesquisa da Sebrae sobre comércio eletrônico, apesar de toda a tecnologia que envolve o setor, a logística foi considerada o segundo principal desafio para a gestão do comércio eletrônico em território nacional. Deixando para trás apenas a carga tributária.

Apesar das estratégias de logística serem comuns entre os variados setores, no caso do e-commerce, ela é item essencial para definir o êxito da loja virtual. Este é um mercado que ainda está em ascensão no Brasil, e há muitos desafios e melhorias a serem implantadas em toda a supply chain (cadeia de suprimentos) no segmento eletrônico.

Abaixo vamos apresentar os três principais desafios que existem na logística para e-commerce para que você repense suas estratégias e melhore seus resultados.

Modernização dos processos

De uns tempos para cá, algumas pesquisas foram realizadas e mostram que as empresas têm se concentrado sobretudo no desenvolvimento de sites, na criação de campanhas de marketing, na divulgação de confiabilidade na plataforma. Deixando, dessa maneira, em segundo plano o desenvolvimento da sua operação logística que sejam adequadas à demanda atual. Frente a isso, esses comércios podem ter graves consequências, como:

Perda de clientes;

Clientes insatisfeitos com o serviço logístico problemático;

Gastos excessivos com estratégias logísticas erradas;

Fracasso no controle de distribuição.

A utilização de sistemas ultrapassados na cadeia logística, quando opera com estruturas tradicionais inapropriadas ao momento, é um dos fatores responsáveis por essas graves consequências.

Falha de comunicação

Podemos dizer que os maiores problemas de desempenho logístico do e-commerce, no Brasil, estão nas etapas que vão da preparação e envio do pedido por parte do consumidor, até a transferência do produto ao transportador para a realização da entrega física.

Quando o transportador recebe a mercadoria, juntamente com as informações corretas, o processo de entrega tende a ocorrer com tranquilidade. Embora, inúmeras vezes, ainda ocorram erros e ausência de informações de rastreamento das mercadorias em trânsito.

Os principais problemas verificados durante a etapa do atendimento do pedido foram, majoritariamente, de ordem informacional. Como:

Dificuldades com o fechamento da transação financeira, sobretudo quando se faz uso do boleto bancário, mas também do cartão de crédito;

Dificuldades em conseguir informações sobre o status do pedido;

Erros na transcrição das informações de endereçamento, envolvendo cidade, CEP, e nome do destinatário;

Indisponibilidade de produtos;

Erros de picking.

‍Nesse sentido, esses resultados reforçam o argumento de que está na atividade de atendimento dos pedidos, os maiores desafios do e-commerce B2C.

Logística reversa

Logística reversa, enquanto desafios da logística para e-commerce, é outro quesito indispensável para o sucesso das lojas virtuais. Situações em que o cliente solicita a troca, ou até mesmo a devolução de produtos é muito comum.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), as compras realizadas pela internet garantem ao cliente o direito de arrependimento ou devolução do produto dentro de um prazo pré-determinado.

Nesse sentido, as empresas precisam estar prontas para atender determinadas situações não muito agradáveis, com presteza e agilidade. Isso porque esse é um dos serviços que mais influenciam na decisão de compra dos consumidores.

Por isso não esqueça, a logística faz parte da experiência do cliente sempre!

Até a próxima!

 

Marcelo Terrazzan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =