Carregando...
TECNOLOGIA

E-commerce no Brasil: Intenet 5G vai oferecer a melhor experiência de navegação possível aos consumidores

E-commerce no Brasil: Intenet 5G vai oferecer a melhor experiência de navegação possível aos consumidores

*Por Fábio Veras

Um dos maiores legados que os dois últimos anos deixa para os empresários é que não existe estabilidade nos negócios: o improvável pode acontecer e estar preparado para lidar com situações adversas é fundamental. Agora, estamos passando por um período de reposicionamento e releitura de diversos setores da economia, o que também inclui o comércio eletrônico. Isso sem contar que essa crise apresentou diversos novos serviços digitais para pessoas que, provavelmente em outro contexto, demorariam muito mais tempo para experimentá-los, além de ter acelerado a adesão de tecnologias que levam eficiência para o ambiente virtual, agradando cada vez mais aos consumidores.

Tendo em vista que os comerciantes precisam acompanhar as tendências do mercado e os anseios dos clientes, diria para ficarem de olho na internet 5G, prevista para ser introduzida no Brasil em 2022. A meu ver, a quinta geração de redes de internet e telefonia móvel será a próxima revolução do e-commerce no país. De acordo com a Cisco, líder mundial em Tecnologia da Informação (TI), conexões 5G serão capazes de transmitir dados em velocidade de até 20 Gbps (Gigabits por segundo). Em outras palavras, isso significa que poderemos fazer o download de um filme de alta definição, por exemplo, em poucos instantes.

Posto que a velocidade da internet será mais ágil, estável e fluída, diminuindo o tempo entre dar um comando em um site ou aplicativo e a exibição de seu resultado, o streaming, o entretenimento e a publicidade certamente terão ganhos irreversíveis, porém, o e-commerce também deve tirar proveito do avanço das telecomunicações. Marcas que adotarem o 5G conseguirão alimentar suas páginas na web com fotos, vídeos, áudios e clipes interativos, que deverão ser carregados em um piscar de olhos, proporcionando uma experiência de compra impecável. A consequência é o crescimento das taxas de conversão de vendas.

Ainda neste quesito, a experiência do consumidor será aprimorada pelo uso massivo da Inteligência das Coisas (IoT, que conecta equipamentos como relógios, assistentes virtuais, carros e geladeiras à internet, facilitando a execução de tarefas comuns); Inteligência Artificial (IA, com dados que ajudam os varejistas a identificarem os hábitos de consumo das pessoas, permitindo que o lojista desenvolva estratégias de marketing mais personalizadas) e dispositivos de realidade aumentada, que graças à conexão de menor latência poderão ser utilizados nos mais variados espaços e lugares, de forma rápida e imediata.

Penso que o Live Commerce, modalidade de vendas online que nasceu na China e possibilita que os consumidores interajam ao vivo com os vendedores, adquirindo produtos diretamente das transmissões, terá bastante espaço para se desenvolver por aqui a partir do ano que vem. Aos poucos, o comércio eletrônico tem amadurecido e entendido a importância de gerar conteúdo e se destacar em meio aos concorrentes. Com a chegada de uma conexão mais potente, acelerada e com a promessa de reduzir instabilidades, marcas e consumidores ficarão ainda mais próximos, engajados, construindo um relacionamento sólido e duradouro.

Até o presente momento, uma série de medidas técnicas e estruturais estão sendo tomadas para a implementação do 5G no Brasil e ainda existem alguns entraves para as empresas adquirem o direito de operarem e colocarem o serviço em funcionamento. Aliás, a quinta geração de redes de internet e telefonia móvel também tem tudo para alcançar polos distantes dos centros urbanos, colocando mais gente na roda de consumo. Enquanto aguardamos os próximos passos, os empresários já podem começar a preparar suas lojas virtuais para oferecer uma experiência incrível aos clientes, assim, será mais fácil atingir os objetivos lá na frente.

Investir em plataformas de hospedagem confiáveis, layouts que se ajustam a diferentes tamanhos de telas, busca por produtos facilitada, suporte multicanal e checkout sem fricção, são os primeiros passos para quem deseja oferecer uma jornada de compra diferenciada. Se você tem dúvidas sobre por onde começar, me coloco à disposição para um bate-papo. A Infracommerce é líder em soluções digitais e conta com um time preparado e com fornecedores de confiança que ajudam o seu negócio a evoluir. Vamos nessa?

 

*Fábio Veras é CTO da Infracommerce, um dos líderes globais para e-commerce e pioneira no Brasil na adoção do conceito de Customer Experience as a Service (CXaaS), que privilegia a experiência completa do consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 4 =