Carregando...
MERCADO DIGITAL

Loja Integrada x Coronavírus: Como se adaptar para continuar vendendo?

Loja Integrada x Coronavírus: Como se adaptar para continuar vendendo?

Por Lais Martinelli

Como já sabemos, estamos entrando em um momento que pedirá tranquilidade, atenção e comprometimento da comunidade. Carregamos a certeza de conhecer cada vez mais o atual cenário e de estarmos nos preparando diariamente para ajudar como pudermos.

Ainda é incerto falar sobre o impacto que os últimos acontecimentos do COVID-19 podem causar no e-commerce brasileiro.  Mas, pensando em contribuir para a sua produtividade e para continuar se conectando com seus clientes, nesse momento, preparamos algumas dicas que você pode seguir.

Incentivo de prazo maior de frete

No momento atual, uma das grandes preocupações é com envio. A maioria dos nossos lojista confia no Correios, que ainda não se pronunciou sobre a interrupção dos seus serviços, assim como outras empresas de logística.

Para todos nos prepararmos com inteligência, nosso conselho para os lojistas – independente do segmento – é aumentar o prazo de entrega em 10 dias para que a ida aos Correios seja melhor aproveitada, levando mais encomendas em menos viagens.

Oferecer a opção de venda com entrega para dois ou três meses à frente, quando espera-se que já estaremos com uma situação mais controlada e previsível, pode ser outra forma de atender aos desejos do seu público ao mesmo tempo em que gera caixa no curto prazo.

Para estabelecer uma comunicação transparente com seus clientes, recomendamos criar avisos com essas informações através de banner na sua página inicial e até mesmo suas redes sociais, comunicando que da extensão no prazo em decorrência do nosso cenário.

Aviso de estoque e prazo

Planejamento de estoque é uma fase muito importante dentro de qualquer operação de e-commerce. Por isso, além do impacto pela alta do dólar, lojistas de todos os ramos devem perceber alguma baixa temporária nas vendas. Caso você se encaixe nesse quadro, recomendamos as seguintes reflexões para te ajudar nesse momento:

  • Quais são os custos fixos da sua operação que você consegue reduzir rapidamente?
  • Com a margem de contribuição que você pratica nos produtos, é possível aumentar o preço deles?
  • Existe algum produto nacional, que tenha estoque fácil, que você consiga trabalhar?
  • De que outras formas você consegue se comunicar com seus clientes e gerar mais interesse imediato no seu público?

Caso você não seja afetado no abastecimento de estoque, faça um balanço geral dos produtos que você tem atualmente e confira quais são necessários comprar. Aproveite e negocie prazos com seus fornecedores, garantindo que ambos os lados tenham o menor impacto financeiro possível.

Não saia fazendo compras sem planejamento até você ter a certeza de que sua loja não será afetada. Essa é a hora de agir com tranquilidade e estratégia.

Acompanhamento da saúde do negócio

Com as últimas notícias sendo publicadas, não sabemos quando as atividades serão 100% normalizadas, mas essa também pode ser uma oportunidade para trabalhar suas vendas, já que muitas pessoas estão ficando mais tempo em casa. Para isso, separamos algumas dicas para você:

  • Fique de olho no comportamento e nas expectativas dos seus clientes.
  • Como está o acesso ao seu site? Permanece normal?
  • A taxa de conversão permanece estável?
  • Faça um bom planejamento para esse momento e tenha metas claras e bem definidas.

Oportunidade de engajamento

Como a maioria das pessoas está em quarentena em casa, sobra mais tempo para navegar nas redes sociais. Por isso, é hora de movimentar suas contas:

  • Conte quais são os cuidados ou as medidas que sua loja está tomando.
  • Fale sobre a promoção ou produto em destaque que você oferece.
  • Mostre como os seus produtos podem ser interessantes em um cenário de quarentena ou contato físico reduzido.
  • Tem estoque de um produto que vende muito? Divulgue nas redes! Fale que conseguirá entregar. Caso consiga atender somente alguns estados, deixe destacado na sua loja. O importante é manter seu cliente informado.
  • Atualize seus seguidores sobre o status do seu negócio. Está produzindo? Está conseguindo entregar? Seus funcionários estão em casa trabalhando? Conte sobre seu dia a dia para os seguidores.
  • Caso você tenha também lojas físicas, tente estreitar laços com as pessoas que alcançam as ruas e bairros do seu negócio gerando conteúdo que tenha a ver com eles. Eles poderão ser grandes aliados e público fiel da sua marca hoje e amanhã.

Nossas dicas foram todas pensadas para que você, lojista, consiga se adaptar ao cenário atual e permaneça aumentando as suas vendas.  Seguiremos trabalhando com muito empenho para trazer e exercer as melhores práticas, garantindo mais conforto no cenário atual.

Por fim, entendemos que o e-commerce ainda é a melhor aposta no nosso contexto de isolamento social. Aos poucos as pessoas deverão ficar menos ansiosas e adaptar suas rotinas, voltando a criar cada vez mais interesse em produtos de tudo que é segmento. Nesse momento, poderão contar com lojas virtuais para comprar seus itens favoritos ainda que evitando contato com pessoas na rua.

Vamos juntos com consciência e serenidade e, mais uma vez, passaremos por essa!

Por Lais Martinelli

Fonte: https://blog.lojaintegrada.com.br/loja-integrada-x-coronavirus-como-se-adaptar-para-continuar-vendendo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − quinze =