5 dicas para deixar o frete mais barato – Abcomm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico
Carregando...
Logística no e-commerce

5 dicas para deixar o frete mais barato

5 dicas para deixar o frete mais barato

Você opera no e-commerce e quer oferecer frete mais barato para sua clientela? Então, continue a leitura e confira 5 dicas que podem ajudar a diminuir os preços dos envios.

1. Determine o custo do frete para cada produto

Essa dica parece muito óbvia, mas algumas pessoas esquecem que é necessário calcular o custo do frete para cada item comercializado. Principalmente lojistas que vendem mercadorias muito pequenas ou que possuem preços mais baixos, pois podem enfrentar situações onde o frete é mais caro que o produto.

Inclusive, nesse caso, vale usar alguns artifícios para baratear os gastos com a entrega, como por exemplo: estimular a compra de mais itens no mesmo pedido, a fim de aumentar o ticket médio.

2. Adeque o tamanho das embalagens

Às vezes você nem percebe, porém as embalagens podem encarecer o frete. Normalmente, as transportadoras usam a cubagem como critério para definir o preço dos envios. Ou seja, além do peso, o volume das mercadorias também influenciam na precificação dos fretes.

Dessa forma, embrulhos muito grandes e/ou muito pesados costumam ter um custo elevado. Portanto, se seu objetivo é economizar, prefira embalagens que tenham um tamanho adequado ao produto e opte por materiais leves para proteger a carga durante o transporte, tais como: almofadas de ar, papel kraft, entre outros.

3. Use gateways ou intermediadores de frete

Gateways e intermediadores de frete são ótimos aliados para a redução de custos logísticos. Isso acontece porque algumas soluções, como o Melhor Envio, possuem parceria com diversas transportadoras.

Dessa forma, você consegue fazer cotações simultâneas em várias empresas de transporte e escolher aquelas que possuem o melhor custo-benefício. Logo, fica muito mais fácil disponibilizar mais modalidades de frete, modais (aéreo, terrestre, etc) e prazos de entrega.

Outra vantagem dos gateways e intermediadores é que você não precisa ficar negociando condições individualmente com cada transportadora, o que garante acesso a fretes com preços especiais e com menos burocracia.

4. Otimize a postagem dos envios

No caso de lojistas que têm encomendas de diferentes transportadoras para enviar, é muito mais vantajoso despachar todos os pacotes em uma única agência, ao invés de postá-los separadamente. E sim, isso é possível.

Ao usar serviços de coleta de encomendas, como o Melhor Ponto, você pode deixar remessas de diferentes transportadoras no mesmo local, o que contribui para a redução de custos e ainda agiliza a postagem.

Inclusive, postar suas encomendas com antecedência reduz as chances de atraso na entrega. Algo especialmente prejudicial para quem opera via marketplaces, já que atrasos podem ocasionar cobranças de taxas extras e encarecer os envios.

5. Previna trocas e devoluções

Trocas e devoluções podem pesar no orçamento da sua loja virtual. Por isso, é importante evitar esse tipo de ocorrência ao máximo. A seguir, separamos algumas dicas para você aplicar no seu negócio:

  • Faça descrições detalhadas: adicione todas as características do objeto, composição, dimensões, cores disponíveis e demais detalhes, pois isso ajuda a prevenir frustrações.
  • Tire fotos reais e com boa qualidade: tire fotografias de diferentes ângulos e perspectivas. Nada de usar filtro ou edições para não correr o risco de distorcer o produto.
  • Proteja as mercadorias: como falamos, sempre que possível use embalagens leves e que sejam adequadas ao tamanho do produto. Mas lembre-se que elas devem oferecer proteção. Por isso, dê preferência para caixas de papelão e materiais extras para acomodar melhor o item na parte interna. Por fim, certifique-se que o pacote foi fechado corretamente.
Um comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =