Black Friday não é só mais um dia, e sim um mês inteiro de ofertas – Abcomm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico
Carregando...
Black FridayNotícias

Black Friday não é só mais um dia, e sim um mês inteiro de ofertas

Black Friday não é só mais um dia, e sim um mês inteiro de ofertas

Por: M. Carolina Pavan – Executiva de Vendas da Infracommerce

M. Carolina Pavan, executiva de vendas da Infracommerce Profissional com quase 10 anos de experiência em digital commerce, consolidada atuando no varejo, plataforma de e-commerce e indústrias, principalmente na área comercial e marketing. Sua trajetória inclui posições de consultora e executiva de vendas, com foco em digitalização de vendas e D2C business.

Aquele planejamento lá de 2010, quando a Black Friday foi importada dos Estados Unidos para o Brasil, já não é mais uma realidade para o varejo, e muito menos para os consumidores. Se antes se falava da sexta-feira de promoções, que no máximo se estendiam para o final de semana, hoje o mercado tem se preparado
para um mês inteiro de ofertas.

As campanhas conhecidas como “Esquenta Black Friday” tem diluído as vendas ao longo de todo o mês de novembro, atraindo e preparando os clientes para a data em si. Chega a ser um tanto injusto comparar a Black Friday do ano passado com as previsões de vendas para este ano, porém, é interessante observar como o varejo se comportou com a antecipação dos descontos ao longo do mês, devido a eventos atípicos que “calharam” com a semana da Black Friday 2022.

 

Como foi a última Black Friday

Além da alta taxa de juros, da inadimplência dos consumidores e do cenário político de 2022, o principal fator que fez com que os lojistas antecipassem a Black Friday foi a Copa do Mundo, mais precisamente a estreia da seleção brasileira na competição justo na véspera da data.

Com isso, segundo dados da NielsenIQEbit, o e-commerce teve um aumento de 8% no faturamento sete dias antes da Black Friday. Já o dia, em si, apresentou uma queda de 23%, na comparação com 2021, ano que já havia sido impactado por conta da pandemia.

Mesmo nesse cenário negativo, a Black Friday 2022 trouxe um outro olhar para a data: de que ela pode sim ser antecipada e estendida para durar um mês todo, aumentando as vendas de novembro e trazendo benefícios tanto para as marcas, que ganham a possibilidade de conquistar mais mercado, quanto para os clientes, que tem a chance de antecipar as compras de fim de ano com preços mais acessíveis.

 

Números para ajudar no planejamento de 2023

Falando em consumidores, eles estão mais otimistas para a Black Friday 2023. Isso porque 67% pretende comprar na data, e um em cada quatro está planejando gastar mais de R$ 1 mil. Essa pesquisa foi divulgada recentemente pelo Google, que também apontou que, em média, as pessoas consultam seis canais antes de finalizar uma compra. Além disso, 91% do público utiliza o online para levantar
informações sobre os produtos, preços e descontos.

Essa pesquisa de produtos, inclusive, acontece bem antes da Black Friday. De acordo com o Panorama do Consumo na Black Friday 2023, divulgado pela Globo, 26% dos compradores começam a pesquisar com três meses de antecedência, sendo esse é o momento das marcas impactarem o público que ainda não está sendo tão “assediado” pelas promoções. Seguindo o ranking, 21% pesquisam um mês antes, período em que as lojas aumentam os esforços para chamar a atenção dos clientes. Já próximo da data, as buscas por informações vão caindo, sendo que apenas 5% fazem suas pesquisas no dia da Black Friday.

 

Dicas para preparar sua campanha de Black Friday

Ok, o que destaquei até aqui: Seus esforços para fazer com que o mês da Black Friday seja um sucesso devem começar muito antes, com planejamento de campanhas, antecipação de promoções e fomentação dos clientes com ofertas de “esquenta”. Além disso, a personalização da comunicação, por meio de inteligência de dados, também é um diferencial que pode aproximar o cliente da sua marca, consequentemente, gerando uma fidelização pós-evento.

Outro ponto é que o consumidor moderno está cada vez mais exigente e atento a tudo. Por isso, na disputa pela atenção da clientela, é cada vez mais importante deixar tudo muito claro, com as condições legais de cada campanha bem detalhadas. Sabe aquela velha frase de “ah, mas a sua loja aumenta o preço antes e depois abaixa na Black Friday para falar que está em promoção”? Então, fuja desse questionamento. Se você fizer isso, certamente o cliente que já acompanha você vai “sacar” essa estratégia, e, até pior, ele pode se tornar um detrator da sua
marca.

Com todos esses insights, a Black Friday 2023 tem tudo para fazer com que a sua loja se destaque em meio à concorrência e seja a escolhida dos clientes para aproveitar as melhores ofertas, já entrando no clima do final de ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − seis =