Carregando...
TECNOLOGIA

ERP x Hub de integração

ERP x Hub de integração

Você sabe qual a diferença entre ERP e Hub de integração? Para quem trabalha no e-commerce e vende em múltiplos canais, é importante verificar as possibilidades quanto à gestão do negócio, já que as opções de ERP e hub são distintas, porém complementares em muitos casos. Continue a leitura para entender um pouco mais sobre o assunto e entender as diferenças eles: 

O que é um hub de integração? 

A palavra Hub vem do inglês e significa, em tradução livre, eixo e ponto central. Ou seja, o hub é um tipo de plataforma que oferece soluções e integra empresas, operações e ferramentas em um único lugar. 

As principais funções de um Hub de Integração são:

  • Gerenciar as vendas;
  • Cadastrar produtos em uma única plataforma para enviar de uma única vez aos marketplaces nos quais o vendedor está;
  • Gerar relatórios de anúncios, vendas e estoque;
  • Automatizar os processos de separação e envio.

Por exemplo, no e-commerce, um hub de integração organiza as soluções que o lojista precisa, incluindo as vendas através de plataformas, marketplaces e também interliga-se com o ERP, por isso é possível dizer que são plataformas complementares. 

Para ampliar as vendas no e-commerce, é importante o negócio trabalhar com multicanalidade, ou seja, apostar em vendas em canais variados, sejam eles Marketplaces, redes sociais, loja virtual, entre outros. Através de canais como marketplaces, o negócio ganha visibilidade e passa a criar uma presença digital mais forte. 

Dessa forma, os vendedores passam a vender simultaneamente em diversos canais e através de um hub de integração podem gerenciar as vendas a partir de uma plataforma. 

O Hub de Integração permite que o vendedor envie todos os seus produtos cadastrados para os marketplaces de uma única vez, controle seu estoque e faça a gestão dos seus pedidos. Muitos hubs de integração oferecem, ainda, funcionalidades atreladas às estratégias de venda e criação de campanhas. 

Na prática, o que é um sistema de gestão ERP?

Já o ERP é a sigla para o termo “Enterprise Resource Planning” que, em português, chamamos de Integrador de Gestão Empresarial. Ou seja, é um software de gestão ou um sistema no qual o objetivo é unificar informações de vários setores administrativos de uma empresa, com funções como a de receber e pagar contas, gerar NF-e, armazenar contatos de clientes, despachar produtos via transportadora, ou seja, fazer a gestão de todo o processo de compra e venda de um e-commerce.

O ERP permite ter uma visão estratégica e detalhada de tudo que acontece na sua operação, permitindo um direcionamento mais assertivo dos investimentos e ganho de tempo.

As principais funções que um ERP deve ter são estas:

  • Emissão de nota fiscal e boletos;
  • Gestão de estoque;
  • Integração logística;
  • Controle de movimentação de caixa;
  • Visão geral do negócio;
  • Otimização da gestão da empresa.

O ERP pode aprsentar vantagens variadas conforme o nicho de atuação da empresa. E algumas ferramentas serão mais 

Claro que cada ERP tem vantagens e mais funções que são específicas de cada empresa, dependendo do seu nicho de atuação. 

E quais são as diferenças entre ERP e hub de integração? 

Como vimos, as funções das ferramentas são parecidas e visam, acima de tudo, facilitar o trabalho do dia a dia. Mas as principais diferenças entre ERP e Hub de Integração estão nos objetivos de cada plataforma: 

  • enquanto o Hub de Integração oferece diversas soluções para auxiliar as vendas e a parte mais estratégica (gestão de anúncios em marketplaces, cadastro de produtos, entre muitas outras funções), um ERP é focado nas questões mais administrativas e nos processos internos da organização (como Notas Fiscais e contas a pagar).

Por isso, Um hub não necessariamente substitui um ERP e vice-versa, mas ambos são essenciais para oferecer mais organização, praticidade, eficácia e produtividade de quem trabalha com vendas em marketplaces e e-commerce. 

Motivos para ter um ERP e um Hub de integração: 

Organizar a gestão do negócio é necessário para que as vendas aconteçam de forma fluida, ainda mais no e-commerce, onde os setores devem estar interligados para poderem funcionar sem dar transtornos à experiência de compra do cliente. 

Quando as operações ficam organizadas, o lojista passa a ter mais tempo para pensar no negócio de forma estratégica, criar campanhas de vendas e otimizar tempo e energia da equipe. 

Um sistema de gestão de confiança permite as integrações necessárias e atrelado a um hub de integração deixa o seu negócio alinhado e organizado. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 7 =