Carregando...
Notícias

15 mil lojas virtuais são atendidas pela startup SmartHint

15 mil lojas virtuais são atendidas pela startup SmartHint

Através do monitoramento do perfil de compra do usuário, a startup SmartHint recomenda produtos em vitrines personalizadas, além de utilizar tecnologia para retenção de compra e uma busca inteligente com resultados rápidos.

 

O comércio eletrônico apresenta um crescimento de 16%, mesmo com a economia brasileira diante de um cenário estagnado, quando comparado ao ano passado (2018); alcançando um volume de vendas de 79,9 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm.

Mesmo assombrado pelo baixo índice de conversão, o mercado se aquece e é incentivado pela alta nos números. Baseado em dados da Experian Hitwise, a cada 100 pessoas que navegam pelas lojas virtuais, apenas 1,65% – pouco mais de uma pessoa e meia – chega a finalizar a compra. A perspectiva de crescimento para a próxima década leva o setor a investir em pesquisas e alternativas para que, no Brasil, o e-commerce passe a representar mais que os 4% atuais no total de vendas no varejo. Investimentos como o uso de inteligência artificial e novas tecnologias que melhoram a experiência de compra, elevando as taxas de conversão, encabeçam essa lista.

No mercado desde fevereiro de 2017, o CEO Rodrigo Schiavini e o CTO Marlon Korzune apostam em inteligência artificial e tecnologia de ponta para otimizar a experiência de compra no e-commerce. Somente em 2018, a SmartHint gerou mais de 200 milhões de reais em receita para o comércio eletrônico, sendo indicada como uma das melhores cinco empresas para o e-commerce, pela E-commerce Brasil.

Mercado

A ABComm prevê que até o final de 2019, 265 milhões de pedidos sejam efetuados, alcançando o ticket médio de R$301,00, e a soma de 87 mil lojas virtuais ativas. O setor deve ficar aquecido também para micro e pequenas empresas, chegando a 29% do faturamento total.

É necessário mapear o perfil do consumidor de e-commerce: suas motivações, influências, desejos. Estudos da CX Trends sobre tendências e experiência do consumidor mostram que 69% das empresas oferecem um atendimento personalizado, porém, 75% dos clientes acreditam que não recebem este tipo de atendimento. Portanto, entender o comportamento do usuário torna-se indispensável para atingir o sucesso nas vendas; a experiência do consumidor e sua jornada de compra devem ser o mais fluídas possível, consequentemente aumentando as chances e recompra e trazendo mais segurança ao consumidor final.

Solução

Proporcionar uma melhor navegabilidade dentro do seu e-commerce traz ao usuário uma experiência de compra mais rica, o que consequentemente gera conversões, aumenta as chances de recompra, melhora qualificação no ranking de busca orgânica e reduz o custo de aquisição por cliente. Sendo assim, a SmartHint atingiu em 2019, o marco de 15 mil lojas ativas, com aumento de 30% nas conversões, sem contar demais benefícios proporcionados pela ferramenta.

Combinando um sistema de vitrines de recomendação baseado no perfil de navegação do usuário, pop-ups de retenção, e uma poderosa ferramenta de busca inteligente por similaridade fonética e aprendizado através de inteligência artificial; a startup identifica o perfil do usuário enquanto ele navega e sugere de forma mais assertiva, produtos a serem adicionados no carrinho.

Parcerias

Com a propagação da tecnologia, a SmartHint alcança 1,5 bilhões de recomendações mensais, com a automação dos recursos da inteligência artificial e um sistema disponível para todos os players do mercado, e não somente para grandes marcas como Diesel, Kipling, New Balance, Oficial Pharma e Foxton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 6 =