Carregando...
Logística no e-commerceOPERAÇÃO

O futuro da logística no ecommerce – Cenário (Ago’18)

A ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico atua em busca do desenvolvimento do mercado de comércio eletrônico no Brasil, representando o segmento em todo território nacional.

Ao pensar no desenvolvimento de tal nicho, é quase impossível não pensar na dores que todo e qualquer player enfrenta quando o assunto é logística. A experiência do cliente durante as entregas, os custos de armazenagem, a previsibilidade e confiabilidade da cadeia de suprimentos…não há nenhum elo realmente forte nesta corrente.

Em tal cenário, o Comitê de Logística da ABComm foi formado com o intuito de se encontrar caminhos e soluções para todas essas dores. E-commerces, transportadoras, aéreas, e serviços do segmento destacaram representantes para auxiliar na missão de mudar o jogo.

Pensar em novas tecnologias e novas modalidades de entrega e acompanhar toda inovação presente em um negócio puramente digital enquanto vemos inúmeros problemas dignos dos Flintstones ao nosso redor é um desafio extremamente interessante. Legislação ultrapassada e um processo legislativo lento e burocrático, baixíssimos investimentos em infraestrutura no país, altos custos trabalhistas somados a uma carga tributária mundialmente famosa e burocrática como poucas nos levam a usar a boa e velha criatividade brasileira para entender como o Flintstones e os Jetsons podem nos ajudar a pensar e construir o futuro da logística.

E a utilização de um paralelo com os saudosos Jetsons não é nenhum exagero. No início dos anos 60 o desenho animado nos trazia videoconferências, carros voadores e robôs (Rosie, sonho meu) como rotina na vida diária dos personagens.O desenho futurista se ambientava no longínquo ano de 2062, mas algumas das inovações ali presentes já são parte rotineira das nossas vidas desde o início dos anos 2000.

Claro, não temos Rosie’s a venda no mercado – a produção em alta escala é financeiramente inviável – e carros voadores ainda são um objeto de sonhos e desejos em fase embrionário para aqueles que buscam torná-los realidade. Mas muito do que vimos no desenho já é parte de nossas vidas, mesmo que de forma “adaptada”.

Não veremos carros voadores tão cedo, mas drones para entregas de pequenos pacotes já são uma realidade. Automação virou um mantra de mercados como o varejo, seja ele físico ou eletrônico, e a evolução da tecnologia aplicada é de fato espantosa. E no mercado logístico não é diferente, inúmeras inovações revolucionaram o setor nos últimos anos e a tendência é de aceleração desse ritmo no curto prazo. 

Big Data, Inteligência artificial, machine learning, blockchain e automações e algoritmos de cair o queixo nos proporcionam a chance de atingir um salto de produtividade jamais visto. E logística é, basicamente, produtividade. No próximo texto veremos algumas dessas novidades 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =