0 Shares 2703 Views

Pesquisa Logística no E-commerce Brasileiro

Redação ago 04, 2013
0 2704

Um dos fatores mais importantes a ser levado em conta pelos lojistas virtuais é sem dúvida a questão da logística e do frete. Uma pesquisa recente da ABComm apontou que 93% dos varejistas online utilizam os Correios como transportadora e apenas 13% fazem a entrega por conta própria. O estudo entrevistou mais de 250 e-commerces e teve apoio da Brazil Panels e Ecommerce School. Três fatores foram levados em conta: a armazenagem, o frete e o manuseio.

Armazenagem

82% das lojas virtuais possuem armazenagem própria, enquanto 10% trabalham com um misto própria e terceirizada, e apenas 7% usa exclusivamente um ambiente de terceiros para estocar os produtos.

Transporte

Na questão do tipo de frota utilizado, 93% dos varejistas on-line utilizam os Correios e 35% utilizam outras transportadoras privadas. Apenas 13% contam com sistema próprio de entrega. Alguns fatores como a entrega no mesmo dia e a entrega de produtos especiais/perecíveis (joias, flores, alimentos) estão relacionados ao uso de frota própria.

O estudo ainda mostrou que 23% das lojas virtuais contratam transportadoras de acordo com a região da entrega. Além disso, o sistema rodoviário é o mais escolhido pelos e-commerces com 64%, seguido de longe pelo aéreo com 26% e o courier, com 10%.

Custos e Frete

Com relação à distribuição dos custos nas operações logísticas, o frete representa a maior parte, com 58%. Os gastos com armazenagem representam 23% e com manuseio 19%.

No intuito de solucionar essa questão, 55% das lojas virtuais entrevistadas repassam o valor do frete para os clientes e 30% adotam um modelo híbrido, repassando apenas parte deste valor. Apenas 15% assumem totalmente o custo do frete.

Outro ponto importante é que 69% das lojas virtuais entrevistadas já oferecem frete grátis. Quando bem organizada e planejada é um motivador de compras e fator decisivo para o consumidor, pelo menos na visão de 66% dos varejistas que propõe o bônus em busca de aumento de vendas; outros 34%, no entanto, ofertam o frete grátis somente porque os concorrentes também o fazem.

Entregas

Quando falamos em dificuldades na entrega, 61% das lojas virtuais disseram que o principal problema enfrentado é o atraso nas entregas. A falta de segurança é um problema nacional e não deixa de impactar também o comércio eletrônico. Extravios, furtos e roubos são os principais problemas para 39% dos entrevistados.

Clique aqui para fazer o download da versão completa da pesquisa Logística no Ecommerce Brasileiro.

Sobre o autor: Mauricio Salvador é presidente da ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – consultor de lojas virtuais e sócio fundador da Ecommerce School.

You may be interested

Notícias
0 shares80385 views

Compras de final de ano movimentam o comércio eletrônico e exigem investimentos por parte das transportadoras para atender à demanda de entrega

Notícias - nov 23, 2017

Mike Murkowski, vice-presidente sênior de Operações da FedEx para a América do Sul Com a chegada do final do ano, o volume de…

Notícias
0 shares1502 views

Cinco motivos para não perder a Conferência E-Commerce Brasil RIO 2017

Notícias - out 30, 2017

O Rio de Janeiro é, atrás apenas de São Paulo, o maior mercado para e-commerce do país. Não à toa, ele se tornou…

Pesquisas
0 shares3388 views

Pesquisa Omnichannel ABComm 2017

Redação - out 25, 2017

A ABComm em parceria com a Brazil Panels, realizou a segunda onda da pesquisa Omnichannel. Ghost Shoppers foram a diversas lojas físicas para…

0 Responses

  1. Pingback: 5 defeitos fulminantes em um e-commerce - AcontecendoAqui

Leave a Comment

Your email address will not be published.

dezenove + doze =

Most from this category